Monday, July 11

vivemos da memória, que é a imaginação do que morreu; da esperança, que é a visão do que não existe; do sonho, que é a figuração do que não pode existir. nesta trindade de vácuo.

No comments:

Post a Comment