Monday, March 8

canal zero.

um dia em que pouco faltava para as seis da tarde, meti-me na bicicleta; companheira de corridas. fui ao encontro do tão imaginado rosto, da tão badalada avenida. "sol de inverno põe-se cedo, ja vou tarde" - pensei, no simples e cru desespero. cheguei. mergulhei nos pensamentos, ja que os olhares nada viam.
cedi a sedução da fantasia, roia as unhas do nervosismo; a chama apagava-se, um verso sem rima, sussurro remoto e dormente, tao discreto. senti de subito uma fadiga que nada havia a ver com o antigo extase. - "meu marinheiro de faces serenas. teria sido uma miragem, um devaneio, uma ilusão."

No comments:

Post a Comment